Loading

Valter Bitencourt Júnior

valterbjunior57@gmail.com

Fuga

Fugirei dos seus braços

Ao perceber que, diante do gatilho,

Estou completamente perdido por você,

Desculpa! Se estiver sendo baixo

Só não quero corromper

As montanhas,

Tenho medo da neblina.

Seja minha ninfa!

Mas quero um pouco

Curtir a vida…

Um dia a farei

Meu universo, minha rainha

Serei seu dia,

Por enquanto

Da paixão serei de você

Uma fuga.


Valter Bitencourt Júnior